terça-feira, 21 de outubro de 2014

Projeto: economizando dinheiro



Quem conhece o blog há mais tempo, deve estar até estranhando esse post, hahahah. Nunca fui de falar de dinheiro, ou de coisas pro lado mais pessoal. Mas eis que nos últimos meses meu porquinho esvaziou de vez, e fiquei várias vezes sem poder sair e assistir algum filme legal que passava no cinema. E dessa vez vou contar como foi (e como ainda está sendo) todo esse processo de economizar dinheiro. Bora lá? :)
O início disso tudo:
Bom, eu estagiava até uns 2 meses atrás, e ganhava uma merreca, mas dava pra "me segurar" durante o mês. E depois que saí, as coisas pioraram em relação de gastos e de não ter como me manter como antes. Até porque não trabalho, me formei há alguns meses, e moro com meu irmão. A única grana que ganho, basicamente, é da minha lojinha online, e do meu pai (por eu ter 18 anos e não morar com ele, acabo ganhando "pensão"). Então imagina: sem grana, tô ferrada! hahahah.
Até que eu não costumo gastar muito com maquiagens, perfumes, salão de beleza e nada disso. O meu maior vilão é o shopping. Tá, tudo bem que é bem clichê. Mas eu assumo: não consigo ficar sem ir ao shopping. Na verdade, não é nem por roupa, ou pra fazer compras. Eu só gosto de passear por lá, ir no cinema, e lanchar em algum lugar legal. E acaba que isso tudo, se der mole, sai caro. Só quem mora sozinho, ou depende do dinheiro dos pais, sabe bem do que estou falando. Cada real passa a valer mais, quando você mesmo que paga as contas.
O que aprendi durante o processo:
Evitar comer na rua. Tá, eu sei que é difícil. Mas por que não almoçar antes de ir ao shopping? Depois é só fazer um lanche por lá, depois que sair do cinema, e sai bem mais barato. Por exemplo, eu adoro comer comida japonesa (e gastava cerca de R$60 cada vez que ia), mas passei a evitar de comer lá. Uma dica legal pra quem costuma sair em grupo: compre comida que dê pra dividir. Como pizza, sanduíche (compro sempre no Subway e peço o sanduíche de 30 cm, daí peço pra dividirem no meio - uma parte minha e a outra do meu boy - e sai bem mais barato!), ou vá à algum restaurante que vende porções não tão caras e que dê pra dividir com quem tá junto contigo. É um jeito legal de economizar, sem ficar chateado! hahahah, (sou dessas que fica p#t@ se não comer direito).
Levar lanche pro cinema. Gente, não tô falando pra vocês fazerem uma farofada no cinema, pelo amor! Hahahah. Mas uma coisa que tenho mania de fazer há anos, é passar em lojas que vende biscoito/doce/suco por um preço legal, e levar pro cinema. Costumo sempre comprar nas Lojas Americanas, e não passa nem dos R$10 (compro uma barrinha pequena de chocolate, biscoito e suco). Só quem vai muito ao cinema, sabe que uma pipoca grande custa horrores! Então fica aí a dica.
Fazer as unhas/cabelo em casa. Essa pode ser a mais difícil pra muitas mulheres, e ó, é uma das mais fáceis pra mim! hahah. Mas também, fui acostumada desde cedinho a não fazer as unhas em salão, até porque minhas unhas são bem pequenas, e não costumo pintar as unhas da mão. Mas sempre pinto as unhas dos meus pés em casa, sem problemas. E já o meu cabelo, como não uso química há uns 3 ou 4 anos, ele já está todo natural (ou seja: super cacheado e cheio). E acabo usando sempre chapinha, desde lá. Pra mim já virou até rotina: toda vez que lavo meu cabelo, já seco e aliso em uma hora. Mas pra quem não tem esse costume, ou não consegue fazer o próprio cabelo, é só alugar uma irmã/amiga/mãe, que tá tudo certo! Ou pelo menos evitar de ir ao salão sem, realmente, precisar.
Não comprar coisas que não vai usar/não sabe se vai usar. Pode parecer incrivelmente bobo, mas funciona! Vai dizer que nunca comprou um livro/roupa/maquiagem que nunca usou? Bom, eu já! E foi por isso mesmo, que decidi me perguntar todas as vezes que vou fazer compras "Será que vou precisar mesmo disso?". E desde lá, já deixei de comprar várias coisas que não iria usar, e investi em outra coisa. Isso também vale pra coisas caras! É só pensar: será que vale à pena investir numa coisa dessas agora? Na dúvida, compra depois que a grana tiver ok!
Economizar nas despesas de casa. Essa é só pra quem mora sozinho (ou paga as contas da casa)! Que tal evitar de usar o ar condicionado quando nem está tão calor assim? Ou deixar as luzes dos outros cômodos desligadas, e deixar só o que estiver em uso? Tudo bem que eu não aguento ficar com a casa toda escura (parece que se alguém entrar aqui, eu nem vou ver! hahah), mas tento deixar só as luzes "principais" da casa (como da sala, ou da varanda daqui de casa) acesas. Só pra vocês terem noção: já economizei mais de R$100 de luz aqui em casa, com essa dica. Funciona mesmo :) hehe
Separar uma grana pra fazer o que a gente gosta. Tá, pode ser que você aguente ficar um mês sem gastar nada, mas depois de um tempo, você mesmo vai se autossabotar. Eu mesma cansei de fazer isso! Foi aí, então, que vi que a melhor maneira de continuar economizando, mas de uma forma consciente, era separar uma graninha pra fazer o que gosto. Na verdade, comecei a fazer isso deve ter uns 2 dias (e confesso que ainda nem gastei a grana, com medo de ficar sem dinheiro depois, se caso aparecesse uma coisa melhor pra fazer! hahahah), e até agora está funcionando. Mas tente estipular uma grana não tão alta, senão nem vale! No meu caso, vão ser R$200 (que pode parecer muito, mas pra durar durante um mês inteirinho, é pouca coisa!). E ele vai servir pra tudo que gosto: ir ao cinema, comer (#gordices), e comprar algum livro ou alguma roupa que eu achar legal (mas só uma! senão o dinheiro sem sobra).
Minhas regras:
- Como eu já disse, estipulei um valor (R$200) pra gastar com tudo que me agrada, durante todo o mês. E não vale acumular o que "sobrou" de um mês pro outro. Vai ser difícil, mas tô aguentando!
Parar de comprar online. É, acabou virando um vício! Parece que as coisas por foto ficam tão mais bonitas, que acabo querendo ter tudo pra mim... Só que, inclusive, por esse motivo acabei ficando no vermelho! Então bora aguentar mais um pouco, e ver o que realmente é mais importante pra ter.
Não pedir dinheiro emprestado. O que pode parecer muito difícil para os outros, é o mais fácil pra mim! hehe. Até agora, não pedi dinheiro emprestado pra ninguém (isso conta até pros meus pais). E olha que é difícil: pagar conta de luz, água, internet + tv, faxineira, tosa da minha cachorra, e compras do supermercado. Mesmo sendo dividido por 2 pessoas, acaba saindo tudo muito caro, e se não souber economizar (como aconteceu comigo nos últimos meses), vou acabar ficando sem dinheiro pra mim. E pedir dinheiro emprestado nunca é a melhor opção.


E aí, gostaram? Apesar de ter faltado algumas dicas (do tipo, "ter um cofrinho", ou "anotar suas dívidas para controlar o que gasta"), postei somente o que funcionou comigo, e que é bem diferente do que vi por aí. Espero que funcione com vocês também :) Um beijo!

Sobre o blog e as últimas semanas

Bom, nesses últimos 2 meses, o blog perdeu a frequência de posts por não conseguir comentar/responder ninguém daqui. Não conseguia comentar em nenhum blog, e nem responder ninguém que postasse aqui no blog. Então resolvi migrar para o WordPress (porém, vi que lá tem um limite de fotos e tudo mais, e que depois de um tempo teria que mudar o link de novo do blog para não ter que pagar uma taxa para postar mais fotos). Então resolvi voltar pra cá, e apagar os posts de lá. Pelo jeito, o blogspot está com esse problema de comentários, e deve voltar ao normal daqui a alguns meses. Espero que vocês sejam pacientes, e qualquer dúvida que tiverem, é só entrar em contato aqui nos comentários ou no fanpage daqui do blog. hehe
Bom, espero que entendam! Não quero tornar isso tudo uma bagunça, e por isso resolvi voltar pra cá. Até porque as visualizações estão cada vez mais aumentando por aqui.

E pra não ficar com esse clima chato, fiquem com algumas fotos das últimas semanas, hehe.



Nunca tinha ido a algum show da Mallu ou do Marcelo Camelo, daí assim que soube que a Banda do Mar iria fazer show aqui no Rio, quis logo comprar o ingresso!



Nos últimos meses tenho percebido que esse negócio de ter cactus acabou virando "febre" lá nas gringas. E eu, que mal sabia disso tudo, já tinha uma coleção de cactus há uns 3 anos! Pena que a maioria já morreu (por motivos de eu não saber a frequência de colocar água neles, e por alguns terem caído no chão! hahah). Daí esses dias passei numa floricultura e vi essas fofurinhas. Me apaixonei e comprei! Agora elas estão enfeitando minha escrivaninha, e deixando meu quarto mais fofinho.
Aliás, essa coisa de "já fazia/tinha isso antes de ser moda" acontece com vocês? Comigo sempre acontece! E isso funciona pra tudo: roupa, banda, acessórios... E fico pensando: isso é azar ou sorte? hahaha.



No dia 11/10 fui ao show da Banda do Mar. Foi incrível! Ver dois cantores (e artistas!) que mais gosto numa só noite, é muito pro meu coraçãozinho. hahah
Detalhe: a Mallu é ainda mais maravilhosa de perto. Gente, como pode?



Foto do meu colar boho, super fofinho, e que está disponível na minha lojinha.



Mas e aí, gostaram das fotos? Vou voltar a postar com frequência por aqui, hehe. Espero que entendam o sumiço! Um beijo :)

domingo, 14 de setembro de 2014

Look do dia - floral

Estava morrendo de saudade de postar aqui no blog! hihi. Sempre prometo que vou voltar a postar, mas acabo ficando sem ideia. Aliás, estava pensando em postar mais looks do dia aqui, o que acham?
Pra começar, o de hoje é o que fotografei na semana passada (irônico, né? hahaha). Bora lá?








Fui passar o fim de semana em Angra, e acabei escolhendo esse look pra ir à praia. Bem relax, e fresquinho. Inclusive, esse top cropped foi meio ignorado quando chegou aqui em casa (comprei ele pela She Inside, se não me engano), porque não curto camisetas muito curtinhas. Mas adorei tanto a estampa, que acabei tentando a sorte pra ver se ela não ficaria tão curta em mim. E ó, assim que ganhei, dei o meu jeito de fazer ela ficar maiorzinha (a alça dela formava tipo um "x" nas costas, e acabei cortando elas, e deixando só duas alças mesmo, que acabou deixando ela um pouquinho maior). Depois, só pra ter certeza que não ia ficar muito vulgar, tentei usá-la com uma blusa de cor clarinha por baixo, e deu super certo! Só que pra não ficar muito estranho, é bom usar com short de cintura alta (pra não deixar a blusa de baixo tanto à mostra). A blusinha por baixo só serve pra garantir que minha barriga não fique aparecendo, caso bata algum vento na rua! hahahah. Tô me sentindo a louca dos tops croppeds!


Top: She Inside
Shorts: Renner
Alpargata: Opposite


Mas e aí, gostaram do look? Super confortável e ótimo para dias mais quentes! Espero que tenham gostado, hehe. Um beijo! :)

sábado, 23 de agosto de 2014

Diário de viagem - Passa Quatro (MG) #2

Depois de quase um mês sem aparecer, eu voltei! hehe. Meu estágio, curso preparatório e a lojinha online acabaram tirando um pouco o tempo que tinha para postar aqui. Mas ó, já tô de volta! E aproveitei pra postar um pouco mais sobre o segundo dia de viagem (já que na primeira parte eu contei mais sobre o primeiro "dia" - que na verdade foi noite! hahah).


No segundo dia, fomos para Caxambu, que inclusive, foi um dos lugares que mais me diverti! Andei de teleférico (e quase morri do coração, porque era bem mais alto do que eu imaginava), fiz comprinhas (comprei lembrancinhas, doces e até cachaça! hahah) e fiquei passeando por lá. Inclusive, vi que a cidadezinha apesar de ser bem pequena, tem bastante comércio legal. Vi cada loja de roupa legal, e com preço acessível! Uma pena não ter levado tanto dinheiro pra poder gastar por lá...
Depois que voltamos para a pousada, também visitamos uma "fábrica" de cachaça, lá da própria pousada. Aprendi bastante coisa legal, apesar de não beber nada alcoólico. Mas conhecimento nunca é demais, né? hehe.



Essa era a entrada do Parque das Águas de Caxambu (na verdade, era um pouquinho depois da entrada, mas tá valendo!). Parecia até que estava em outro país! Esse corredor todo estava com árvores secas, que as folhas (que estavam caídas pelo parque), pareciam a folha de bordo, mais conhecido como a folhinha da bandeira do Canadá, hehe. Fiquei apaixonada, com vontade de levar pra casa todas as folhas que vi por lá...







Momento de fotos aleatórias que eu gosto... hahah









Aquele momento que você percebe que estava com cara de sono e cansada, a viagem toda! hahah. Aliás, fui a que dormi melhor lá no chalé que fiquei (tinha eu, e mais 3 pessoas). Todo mundo reclamou que tinha um gambá dormindo no teto do chalé, e que ficava arranhando o revestimento em PVC (no teto) a noite toda! E adivinhem? Eu nem liguei! Dormi pra caramba. (e ainda fiquei com cara de cansada... vai entender!)










Quando o céu e as árvores (lindas, por sinal) contribuem pra fazer uma foto legal...





A hora em que quase morri do coração... Mais conhecida como a hora em que andei no teleférico.



Essa foto foi feita quando voltei de Caxambu, direto pra pousada (no finalzinho da tarde). E como estava bem frio, peguei meu cachecol e aproveitei pra usar. Nessa hora eu tinha acabado de voltar da "fábrica" de cachaça de lá da pousada...



Mas e aí, gostaram das fotos? Espero que tenham gostado! Caxambu é muito lindo, né? Vendo essas fotos, dá a maior vontade de voltar lá... 
Ah, não se esqueçam de comentar se querem realmente ver a terceira parte do Diário de viagem! hehe. Um beijo! :)

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Diário de viagem: Passa Quatro (MG) #1

No finalzinho da sexta feira (18/04), chegamos numa pousada/fazenda em Passa Quatro. O trajeto demorou cerca de 4h, mas nem percebi a hora passar! Apesar de ter ido de ônibus, a viagem foi bem divertida, e não passei mal (pela primeira vez na vida! hahah). E por ter sido uma excursão (destinado a 3ª idade), achei que ia ser bem chato e parado, mas pelo contrário: nunca dei tanta risada e me surpreendi demais com todos que estavam lá. Jogamos bingo, zoamos pra caramba, e ainda fomos separados todos em grupos de 8 pessoas, e com cada brincadeira que tinha no ônibus que o grupo ganhasse, acumularia pontos para ser trocado por presente no final da viagem. Enfim, pode ter parecido tudo muito chato pra você, já que no início parecia chato pra mim também. Mas no final, me surpreendi e me entreguei à brincadeira. Afinal, não se deve levar a vida tão à sério...




Assim que chegamos em Passa Quatro, já eram quase 18h, e teria uma festa às 19h. Então corremos para nos arrumar e fomos logo pra festa! Na verdade, eles chamaram de "bailinho", que era nada mais que um jantar com música ao vivo. Apesar do frio na primeira noite (a temperatura estava em torno de 10ºC e foi a noite "menos fria" desse final de semana! hahah), consegui usar vestido com meia calça e botinha. Inclusive, esse vestido é minha nova paixonite! (apesar de ter comprado ele azul, e o vendedor ter enviado a cor errada)



Na manhã seguinte (dia 19/07) acordei com esse solzinho lindo me chamando! Os passarinhos de lá estavam cantando tão alto, que foi impossível não ter acordado...







Essa florzinha é de uma planta chamada "pingo de ouro", que inclusive, tinha aqui em casa quando eu era bem pequena. Assim que vi, tive que tirar foto... Deu saudade da época em que eu ficava pegando as florzinhas pra dar pra minha avó, hehe.





Uma curiosidade: essa simples "torre", na verdade, é um pouco mais do que parece. Ela é usada como torre de observação por algumas pessoas que vão lá (sim, o pessoal vai lá pra ver se encontra algum óvni dando um rolê de disco voador, hahah). Nesse site aqui, explica um pouco sobre essa torre e conta um pouquinho sobre a pousada.



Uma das coisas que me deixaram com raiva foi que na maioria das fotos eu parecia muito mais obesa do que sou. Isso porque não teve um dia que fiquei com menos de 3 camisas. Mas por outro lado, tava adorando o friozinho de lá...  Nessa foto aí, por exemplo, eu estava usando uma camisa de bolinha que já apareceu aqui, e 2 sweaters (um por baixo da camisa de bolinha, e outro por cima).











Essa cachorrinha era do dono da pousada. Ela e mais um cachorrinho ficavam soltos na fazenda, só correndo e brincando livremente. Inclusive, não resisti ao seu charme, e quis logo ir brincar com ela. Agora, olhando as fotos, deu até saudade!
PS: Ela sujou minha calça toda de barro, mas mesmo assim, valeu à pena! Hahah.











Aquele momento em que a gente fica com vontade de apertar uma coisinha fofa dessa, mas lembra que ela não é de pelúcia. Hahahah.



Bom, pra quem acha que tirar foto dela foi meio difícil, na verdade, não foi não. Pelo contrário, ela vivia fazendo poses, como se isso fosse a coisa mais normal que existe (isso quando, na verdade, tirar foto de cachorros é quase impossível!). O único problema é que ela não conseguia parar quieta... Nessa foto, por exemplo, tive que deitar no chão (sim, deitar mesmo! hahah) pra poder tirar foto dela comendo osso. Vai dizer que não é fofinha?



Meu namorado insistiu em dizer que a legenda apropriada pra essa foto seria "Não usem drogas". Ok, tá valendo.





Um dos chalés que provavelmente era do dono na pousada...



Então, é isso! hehe. Gostaram das fotos? Ainda tem muito mais! Se vocês gostarem, vou continuar postando fotos da viagem... Espero que tenham gostado! Um beijo :)

sábado, 26 de julho de 2014

Sobre minha lojinha online

Depois de um tempo sem aparecer por aqui, voltei com uma novidade: a minha lojinha online no enjoei já está no ar! (e dá pra acessar ela por aqui) Como sou super ansiosa, não aguentei esperar tudo chegar, e como só metade das coisas chegaram (mas não foram postas no site ainda, por ainda não ter feito foto de todos os produtos), não aguentei esperar e inaugurei a lojinha logo. É tudo feito com muito amor e carinho, e espero que todos vocês gostem! Ah, aproveitei pra colocar algumas fotos do que está por vir, e alguns que já estão à venda. Confere só:





















Mas e aí, curtiram a novidade? Qual acessório mais gostou? Ah, pra quem quiser comprar, a lojinha é essa aqui. E pra quem tem instagram e quiser ficar por dentro das novidades (quando tiver reposição, produto novo e coisas do tipo), é só seguir esse aqui. Espero que tenham gostado! Um beijo :)